domingo, 7 de julho de 2013

A Morte do Demônio (Evil Dead - 2013)


Quando Sam Raimi concebeu seu The Evil Dead - A Morte do Demônio em 1981, não imaginou que seu filme de baixo orçamento ganharia fama e status de cult. Estava demorando para a onda de remakes americano revisitá-lo. A Morte do Demônio traz uma estória muito similar ao original, com cinco amigos indo a uma cabana no meio de uma floresta. Mia - ótima interpretação de Jane Levy -, viciada em drogas, tenta se livrar de seu vício por meio de uma abstinência compulsória com a ajuda de seu irmão e amigos, até que o Livro dos Mortos é encontrado e uma força demoníaca é liberada. O longa tenta fugir do comum ao tentar emplacar uma relação mais profunda entre Mia e seu irmão David, mas isso ocorre de uma forma tão desleixada que A Morte do Demônio acaba resultando em mais um filme genérico de terror que infesta a indústria. Os roteiristas também não parecem se importar muito com as regras de sua própria mitologia. Se em certa altura da fita é dito que cinco almas são necessárias para que o demônio surja, isso acontece quando a conta chega a quatro, erro matemático imperdoável que poderia ser facilmente resolvido com o ensino fundamental completo. Com efeitos especiais de ponta, maquiagem impressionante e o cartaz mais mentiroso da temporada, A Morte do Demônio vale pelos litros de sangue. Destaque para as cenas finais, ao melhor estilo gore.